Como prevenir e tratar o câncer de tireoide que afeta mais as mulheres

dr.hezio_cropOs distúrbios da tireoide geralmente surgem nas mulheres a partir dos 30 ou 40 anos. Sintomas como cansaço sem motivo aparente, esquecimento de tarefas simples e dificuldade de concentração, perda de cabelo, unhas quebradiças, a  pele ressecada e ganho de peso sem motivo aparente, precisam de uma avaliação médica o mais cedo possível, principalmente naquelas que tem casos de cancer na família.
Somente após exames médicos é possível apontar se os sintomas apresentados pela insuficiência na produção dos hormônios T3 e T4 indica o hipotireoidismo ou a existência de cancer. Em 97% dos casos, a presença de um nódulo na tireoide não significa que a pessoa esteja com câncer. Para os outros 3%, é necessário o início imediato de um acompanhamento médico especializado, com a pesquisa clínico-laboratorial e exames mais minuciosos.
Para explicar sobre o câncer de tireoide, seus sintomas, como buscar a prevenção e o tratamento o Jornal da 3ª Idade conversou com o oncologista clínico Hézio J. Fernandes Jr, diretor do IPC- Instituto Paulista de Cancerologia, de São Paulo.

Jornal: O que é o câncer de tireoide?

Dr. Hézio – O câncer de tireoide é um conjunto de alterações tumorais que podem acontecer na glândula tireoide. O tipo mais comum é o carcinoma papilífero, responsável por cerca de 80% dos casos de câncer de tireoide, o mesmo diagnosticado em Cristina Kirchner. Este tipo de câncer pode ocorrer em qualquer idade, porém há predomínio dentre os 30 a 50 anos, principalmente no caso do tumor papilar da tireoide.

Jornal: Quais os sintomas mais comuns da doença?

Dr. Hézio – O sintoma mais comum deste tipo de câncer é o surgimento de nódulo palpável na tireoide, região baixa do pescoço. A maioria dos nódulos acaba sendo diagnosticado por meio de um exame de rotina, seja a palpação da tireoide por um médico ou a realização de uma ultrassonografia. Neste caso, podemos encontrar nódulos muito pequenos, o que oferece uma perspectiva de cura precoce.

Jornal: É possível prevenir o câncer de tireoide? Existem fatores de risco?

Dr. Hézio -É possível prevenir evitando a exposição à radiação. A radiação ionizante, seja em virtude da exposição a tratamentos ou ambiental, assim como a ocorrência deste tipo de câncer na família e alterações genéticas são consideradas fatores de risco para o desenvolvimento do câncer da tireoide.

Jornal: Quais são os tratamentos indicados?
Dr. Hézio -Quando maligno, o tratamento do câncer da tireoide é cirúrgico. A cirurgia poderá envolver a retirada de toda tireoide, a retirada parcial da mesma, assim como a abordagem dos gânglios linfáticos ao redor da glândula. Nos principais tipos de câncer de tireoide – papilífero e folicular – preconiza-se a terapia com iodo radioativo, visando ‘matar’ as possíveis células tumorais residuais.

Clique na imagem abaixo para ler a matéria estendida:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*