Idosas avançaram na 2ª Conferência Municipal de Saúde das Mulheres da cidade de São Paulo

Nunca se esqueça que basta uma crise política, econômica ou religiosa para que os direitos das mulheres sejam questionados. Esses direitos não são permanentes. Você terá que manter-se vigilante durante toda a sua vida. A frase da escritora feminista Simone de Beauvoir, que abre o documento orientador da 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres é vivida na prática pelas mulheres idosas, afinal elas são discriminadas há mais tempo.

Por isso foi muito gratificante perceber que as propostas das mulheres idosas avançaram, Pelo menos 8 propostas das 20 enviadas pelos grupos para a Conferência Estadual da Saúde da Mulher, marcada para o período de 6 a 8 de junho, tratam diretamente dos direitos das mulheres mais velhas.

Em breve a listagem de todas as propostas (assim que a organização do evento disponibilizar)