Prefeitura de São Paulo vai fazer reuniões mensais com idosos

Encontro na Prefeitura de São Paulo com representantes dos idosos e o Secretário Relações Governamentais, da Prefeitura de São Paulo, Milton Flávio Marques Lautenschlager e a Secretária de Direitos Humanos e Cidadania, Eloísa Arruda. Fotos: jornal3idade.com.br
Encontro na Prefeitura de São Paulo com representantes dos idosos e o Secretário Relações Governamentais, da Prefeitura de São Paulo, Milton Flávio Marques Lautenschlager e a Secretária de Direitos Humanos e Cidadania, Eloísa Arruda. Fotos: jornal3idade.com.br

A reunião da comissão de representantes de idosos realizada ontem pela manhã na Prefeitura de São Paulo, para apresentar algumas das questões mais urgentes reivindicadas pelo movimento de idosos da Capital serviu somente como abertura de diálogo. O único compromisso imediato assumido pelo Secretário de Relações Governamentais, da Prefeitura de São Paulo, Milton Flávio Marques Lautenschlager e a Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania, Eloísa de Souza Arruda foi o de manter uma agenda mensal com idosos.

No encontro os Secretários informaram oficialmente do convite feito para Elizabeth Ferreira, presidente do GCMI- Grande Conselho Municipal do Idoso para assumir a Coordenadoria do Idoso, da Prefeitura de São Paulo. (leia entrevista).

A reunião que havia sido marcada inicialmente com uma comissão tirada entre os participantes da 7ª Marcha Contra a Violência à Pessoa Idosa (ler matéria) foi ampliada com a presença de toda a executiva do GCMI.

O Secretário Milton Flávio fez uma retrospectiva da sua atuação junto aos idosos, desde o período em que foi deputado estadual. Citou que acompanha o programa São Paulo Amigo do Idoso, coordenado pela sua irmã Marly Lautenschlager e falou ainda que entende muito particularmente a questão dos idosos pois tem um pai com 95 anos. Fez questão de afirmar que muito em breve “muitas coisas boas” serão apresentadas aos idosos. Comentou sobre novos projetos que estão sendo estudados, sem detalhar exatamente como eles serão feitos, mas que cada um será feito com muitas parcerias.

“Existem projetos que vinham sendo feito de maneira irregular pela administração passada. Estamos estudando todos e o que for de interesse dos idosos vamos trabalhar. O que todos precisam entender é que não existe dinheiro. Temos que trabalhar com parcerias. O mais importante sem dúvida é a criação do Fundo do Idoso. Esse foi um presente que o prefeito passado deixou para nós. Não entendo porque não foi assinado já estava tudo pronto”, disse Milton Flávio.

 A Secretaria Eloisa Arruda leu uma relação com projetos que já existiam e que foram descontinuados. Disse que está ainda “tomando pé” das demandas do segmento, mas que pretende manter as reuniões mensais.

Relacionamos os assuntos abordados pelos secretários.

Fundo Municipal do Idoso

Ambos os secretários defenderam a regulamentação imediata.

Faltam pequenos ajustes, disse Milton Flávio. Não deram prazo para a regulamentação.

Marly Augusta Feitosa da Silva, ex-presidente do GCMI e membro da atual executiva defendeu que essa é a principal reivindicação para viabilizar os projetos dos idosos.

Elizabeth Ferreira já falando como coordenadora da Coordenadoria do Idoso, defendeu que primeiro seja votado o novo texto da lei que altera a condição do GCMI de consultivo para deliberativo.

Neide Duque, conselheira do GCMI e representante da Vila dos Idosos pediu aos secretários apoio para agilizar a votação que está parada desde o ano passado.

Educação

A Secretaria Eloisa Arruda defendeu a continuidade das UAPIs- Universidades Abertas para Pessoa Idosa, que tinham sido criadas pela gestão anterior, mas com regularidade.  Segundo ela, foram criadas de maneira irregular.

A ideia é boa, mas precisa ser regularizada e feita de acordo com o que já existe de melhor. Eu sou professora da PUC há 27 anos e sei que lá existe uma Unati considerada uma das melhores, que talvez possa nos ajudar a formatar isso como se deve, disse a Secretaria Eloisa Arruda.

O representante da Abaesp- Associação dos Bancários Aposentados, um dos organizadores da 7ª Marcha, Cícero Augusto dos Santos, disse que a UAPI foi criada pela Secretaria dos Direitos Humanos, na gestão anterior, sem conhecimento dos idosos e sem a participação da Secretaria de Educação.

O Secretário Milton Flávio disse que o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza está disponibilizando 1000 vagas para a Prefeitura de São Paulo, (vinculado a Secretario Estadual de Ciência e Tecnologia). Ele disse que pode dispor de 500 vagas para educação a distância para os idosos.

Moradia e Locação social

A Prefeitura pretende reformar prédios antigos que estão sem uso no Centro e assinar um acordo com os seus proprietários, para que eles assumam depois deixar por 10 anos para locação social dos idosos.

A coordenadora do GARMIC- Grupo de Articulação para a Conquista da Moradia para os Idosos da Capital, Olga Quiroga, colocou que essa medida poderá criar outros problemas, já que não haverá uma solução.

A maioria dos idosos não tem como pagar um aluguel pois está ganhando um salário mínimo ou pouco mais de aposentadoria. Não dá para comprar comida, remédios e pagar aluguel. E se o idoso entrar num prédio desses sem compromisso futuro, como será depois de 10 anos quando tiver ainda mais velho, disse D. Olga.

O Secretario Milton Flávio disse que não existe condições imediatas de compra de prédios, mas que não está descartada a possibilidade, desde que se consiga parcerias para isso.

Esportes e atividade física

A Secretaria Eloisa Arruda defendeu a continuidade do JOMI- Jogos Municipais dos Idosos, não realizado pela gestão passada em 2016 e que tirou os idosos da Capital dos Jogos Estaduais dos Idosos.  Ela disse que na época em que era secretária do governo estadual participou com a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lú Alckmim dos JORIs e que sabe que esse é um trabalho importante.

Financiamento de Projetos e eventos

O Secretário Milton Flávio disse que a única verba que será mantida, das várias anteriormente solicitadas, são os R$220 mil destinados ao Polo Cultural da Terceira Idade, do Cambuci.

Saúde

Nada foi falado sobre Saúde.

Empregos

Nada foi falado sobre  a ideia de capacitar e reinserir idosos no mercado de trabalho, transformando os Centros de Convivência de Idosos em Centros de Sabedoria e Conhecimento, onde possam ter além das atividades lúdicas, capacitação e serviço de recolocação profissional, como consta no Plano de Governo do Prefeito João Dória Jr.

 A Secretária Eloisa Arruda ficou de marcar com a Coordenadoria do Idoso a agenda da próxima reunião.