Coordenadores Diocesanos da PPI de São Paulo atendem mais de 17 mil idosos

Conceição Aparecida de Carvalho, da Arquidiocese de São Paulo; Irmã Ketty, da coordenação nacional; Lúcia Secoti, coordenadora da Diocese de Campinas; Vera Lúcia Mapelei, coordenadora da Diocese de Marília e Helena Décia Fratari, da Diocese de Aparecida. Foto:jornal3idade.com.br

O trabalho desempenhado pelos coordenadores diocesanos é a alma da Pastoral da Pessoa Idosa, por isso a preocupação da direção nacional da PPI em manter sempre capacitações que atualizem as diretrizes e mantenham a “animação” desses voluntários.

Essa foi a essência do encontro realizado na capital, em São Paulo, no Centro de Formação Sagrada Família, no período de 9 a 11 de março de 2018, com a presença da coordenadora nacional da PPI, Irmã Terezinha Tortelli.

Nosso empenho está em cada dia abrir uma nova PPI, numa paróquia ainda não trabalhada e atender os idosos daquela comunidade. Nós estamos implantados em 5 regiões Lapa, Sé, Belém, Santana, Ipiranga. Estamos trabalhando para implantar a Região Brasilândia, explicou a coordenadora da Pastoral da Pessoa Idosa da Arquidiocese de São Paulo, Conceição Aparecida de Carvalho.

As dificuldades de todos os coordenadores diocesanos são quase as mesmas: encontrar novas pessoas dispostas a fazer o acompanhamento domiciliar dos idosos e a necessidade de ampliação da infraestrutura disponível.

O Estado de São Paulo fechou 2017 – segundo o Relatório de Indicadores, do site da Pastoral da Pessoa Idosa Nacional- com 3.180 líderes, atuando em 118 municípios, atendendo 17.427 idosos, em mais de 14 mil famílias.

O Regional Sul 1 é composto por 41 (arqui) dioceses e 6 Regiões Episcopais, divididas por 8 sub-regiões Pastorais: Aparecida, Botucatu, Campinas, Ribeirão Preto I e II, São Paulo I e II e Sorocaba.

O Jornal da 3ª Idade apresenta parte dos coordenadores diocesanos que estão atuando no Estado de São Paulo, que estavam presentes no encontro.