Fórum Popular da Pessoa Idosa de Guarulhos debateu problemas da Saúde

Parte das pessoas presentes ao Fórum Popular da Pessoa Idosa de Guarulhos abril 2018. Foto: jornal3idade.com.br

O Fórum Popular da Pessoa Idosa de Guarulhos realizou ontem seu encontro de abril que abordou as dificuldades que as pessoas estão encontrando juntos aos as unidades de saúde da cidade.

Guarulhos é a segunda cidade mais populosa do Estado de São Paulo, ficando atrás somente da Capital. Segundo o mapa de Projeções Populacionais do SEADE- Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados – chegará em 1º de julho de 2018 com mais de 1milhão e 325 mil pessoas, sendo dessas 148 mil de idosos.

A primeira apresentação dessa edição do Fórum Popular foi do diretor do Departamento de Fiscalização, de Ações, Apoio e Participação Popular, Roberto Spighel, que esteve no Fórum para convocar os idosos para participarem do Conselho Municipal do Orçamento Participativo, que está sob sua responsabilidade junto a atual gestão municipal. Segundo ele, o CMOP é um dos mais importantes canais de participação dos idosos

Apresentação de Dança Sênior na abertura do Fórum Popular da Pessoa Idosa de Guarulhos abril 2018. Foto: jornal3idade.com.br

Spighel, dono de uma empresa especializada em pessoas interessadas em morar nos Estados Unidos, defendeu as ações que a atual gestão do Prefeito Gustavo Henric Costa vem tomando para modernizar a cidade. Ele explicou para as pessoas que reclamaram da falta de remédios e falta de médicos nas unidades de saúde, que “as dificuldades ainda são fruto de problemas deixados pela gestão anterior e que são muitas as prioridades da cidade”.

Secretaria do Idoso

Guarulhos tem uma Subsecretaria de Políticas para o Idoso, subordinada à Secretaria de Assuntos Difusos, coordenada por Walid Shuqair que esteve presente com sua equipe.

Walid falou das diferentes ações que estão sendo trabalhadas na sua pasta, inclusive a conclusão de um mapa da cidade que localiza todos os serviços voltados para os idosos no município. Esse tipo de transparência por parte da Prefeitura apareceu como recomendação em todas as quatro conferências nacionais e são poucos os municípios do Brasil que estão buscando cumprir a determinação.

O Secretario do Idoso falou da importância da participação dos idosos nos seus órgãos colegiados e ressaltou que muitas das ações que a sua pasta está adotando foram reivindicadas pela gestão anterior do Conselho Municipal do Idoso de Guarulhos, presidida até 11 de fevereiro- por João Baptista Nunes, que atualmente é também um dos coordenadores do Fórum Paulista de Conscientização do Envelhecimento.

A atual presidente do CMI é a psicóloga, Orozina Aparecida Costa (Zina), que também é presidente do Instituto de Desenvolvimento Humano e Organizacional Acolher, sediado no Jardim Bom Clima, em Guarulhos.

O Fórum Popular da Pessoa Idosa de Guarulhos inovou e desde o mês passado criou mais uma reunião, a nova mais voltada para profissionais que trabalham com idosos. Ambas são abertas para todas as pessoas interessadas em participar.