2º Seminário Velhices LGBT, em São Paulo, vai debater Violências e Preconceitos

O debate sobre o envelhecimento das pessoas que se assumem como LGBT- Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros ainda é discriminado na sociedade como um todo e vinha sendo colocado de lado, também pelas lideranças profissionais e do movimento de idosos. Por isso o 2º Seminário Velhices LGBT, cujas inscrições começam hoje é importante.

Marcado para se realizar no dia 28 de junho, na Câmara Municipal de São Paulo, com entrada grátis, sendo pedida como colaboração a entrega de 1 quilo de alimento não perecível, o 2º Seminário Velhices LGBT vai discutir uma face do envelhecimento que sofre preconceitos, mesmo entre muitos que debatem os preconceitos contra os idosos.

Nessa segunda edição seus organizadores querem enfatizar no debate as várias formas de violências sofridas pelas pessoas idosas LGBT e saber se são as mesmas de todas as demais pessoas idosas.

Estudos apontam nove tipos de violência que assolam pessoas idosas: violência física, institucional, abandono, negligência, violência financeira (econômica), autonegligência, medicamentosa, psicológica e sexual. Nesse contexto, será que a pessoa idosa LGBT está mais suscetível à violência? De quais violências estamos falando?

Foi, também, devido ao tema que o 2º Seminário Velhices LGBT adiantou seu calendário. Junho é o mês do Dia Mundial de Combate a Violência Contra a Pessoa Idosa, instituto pela ONU- Organização das Nações Unidas e a OMS- Organização Mundial de Saúde, desde 2006.  O primeiro encontro foi realizado em novembro do ano passado e procurou chamar a atenção de profissionais que atuam na área socioassistencial e de saúde para a necessidade desse diálogo com a sociedade.

O 2º Seminário Velhices LGBT quer debater temas como:  Violência e violência velada, LGBTfobia, Estatuto da Diversidade Sexual e de Gênero e a atuação da rede socioassistencial e de saúde.

O evento contará ainda com um bate papo especial sobre “Memórias e afetos” com Anyky lima e Jane Di Castro, mulheres trans que são referência na militância dos direitos LGBT, com a participação especial de Tchaka – Rainha das Festas e apresentações culturais que abrilhantarão esse momento.

 

II Seminário Velhices LGBT

Dia 28 de junho de 2018 – quinta-feira

Horário: 08h às 17h30

Local: Câmara Municipal de São Paulo | Palácio Anchieta

Viaduto Jacareí, 100 – Bela Vista

São Paulo SP – CEP: 01319-900

Inscrições a partir de hoje 4/6/2018 no site www.eternamentesou.org

Entrada: 1kg de alimento não perecível