Grupo de Teatro da 3ª Idade Nova Vida completa 15 anos de atuação

Grupo de Teatro da 3ª Idade Nova Vida . Foto: divulgação

O Grupo de Teatro da 3ª Idade Nova Vida está completando 15 anos de existência, sendo um dos mais requisitados em São Paulo.

Para conhecer mais sobre o seu trabalho, o Jornal da 3ª Idade conversou a sua diretora, a professora de Artes, atriz e diretora profissional Iara LourSi que falou sobre a história e os planos para o grupo.

Jornal da 3ª Idade – Por que a senhora resolveu criar um grupo de teatro de terceira idade há 15 anos?

Iara LourSi – Há 18 anos eu queria fazer o que sempre sonhei, teatro.  Foi então que resolvi procurar um grupo gratuito e só encontrei um grupo que se dedicava para as pessoas da terceira idade. Na ocasião eu ainda não era uma idosa oficial, não tinha 60 anos, mas ainda assim o diretor abriu uma exceção. Durante o curso fiquei encantada de ver tantas pessoas que nunca tinha trabalhado se disponibilizar e desenvolver personagens maravilhosos. Percebi quantos talentos ficam adormecidos em cada pessoa durante toda a vida.  Decidi fazer uma faculdade e trabalhar com a terceira idade e assim comecei a ministrar aulas e montei o Grupo Nova Vida. Agora estamos completando 15 anos.

Jornal da 3ª Idade – Qual é o principal foco do trabalho com as pessoas idosas atualmente?

Iara LourSi – Trabalho com a auto estima, mostrando que mesmo chegando nessa idade, o momento é agora, despertando o talento que está dentro de cada um deles e que as vezes eles mesmo não percebem.

Jornal da 3ª Idade – Quantas montagens realizou nessa década e meia? Quais destacaria como de maior sucesso?

Iara LourSi – Fizemos mais de 30 montagens com apresentações anuais que se repetiram em vários lugares. A que mais se destacou até hoje e continua sendo a mais solicitada é Deus o Mundo Amou, musical, baseado na Paixão de Cristo.

Jornal da 3ª Idade – Participar de um grupo de teatro de terceira idade melhora a qualidade de vida dos seus integrantes?

Iara LourSi – Melhora tudo, auto estima, desbloqueio, desperta a vaidade para se

cuidar, saem da depressão, são reconhecidos na rua como ator e atrizes, isso leva a se sentir vivas, sadias, fortes para enfrentar novos desafios. Não querem faltar aos ensaios e as vezes esquecem que tem médico marcado, pois estão se sentindo ótimas.

Jornal da 3ª Idade – Participam homens e mulheres? O que é preciso para participar?

Iara LourSi – Sim, homens e mulheres, poucos homens, as mulheres são mais corajosas. Precisam de coragem, ousadia, vontade de fazer e deixar despertar a arte o que estar guardado dentro de si.

Jornal da 3ª Idade – Qual a sua satisfação pessoal nesse trabalho?

Iara LourSi – O mais gratificante nesse trabalho é ter a certeza que se não forem preparados somente para o palco, estarei ajudando-os a viverem melhor as suas vidas.