Centro de Orientação a Terceira Idade do São Paulo Futebol Clube festejou ontem o Dia Internacional dos Idosos

Parte dos idosos que fazem parte do COTI e que foram a comemoração do Dia Internacional das Pessoas Idosas. Foto: jornal3idade.com.br
Parte dos idosos que fazem parte do COTI e que foram a comemoração do Dia Internacional das Pessoas Idosas. Foto: jornal3idade.com.br

O COTI – Centro de Orientação a Terceira Idade que há seis anos vem sendo trabalhado como departamento de atividades físicas para idosos, na sede social do São Paulo Futebol Clube, no bairro do Morumbi, na Zona Sul, da capital, fechou o mês de outubro realizando ontem a sua comemoração alusiva ao Dia Internacional do Idoso.

Foi mais uma manhã onde a equipe responsável pela construção do COTI – o professor de Educação Física, Reginaldo Campos, o diretor do clube Amadeu Guerra e a professora de Dança, Cristina Mello- recepcionaram parte dos 150 idosos frequentadores com um café da manhã, palestras de orientação e atividade de dança.

Parte dos idosos que fazem parte do COTI e que foram a comemoração do Dia Internacional das Pessoas Idosas. Foto: jornal3idade.com.br

Ontem por ser uma manhã festiva não teve as atividades de Musculação, Alongamento, Caminhadas, Atividades Aquáticas, Atividades em Quadras, Danças, atividades cognitivas, que fazem parte do projeto que vem fazendo um acompanhamento diferenciado com os idosos.

Tanto a palestra sobre Prevenção de Quedas, ministrada pela fisioterapeuta Luciana Mastandrea, que abriu a programação, como a palestra do professor Reginaldo Campos, fazendo um balanço das atividades do COTI, foram acompanhadas de depoimentos dos idosos que garantem terem ganho uma nova fase na vida, após a programação que estão fazendo.

Conforme as pessoas vão envelhecendo o mais importante é preservar a capacidade dela de fazer as coisas do dia a dia. Se isso vai se comprometendo, se vai se tornando difícil de manter é preciso fazer um acompanhamento mais de perto. É a funcionalidade. Envelhecer com funcionalidade é o ideal para todo mundo. O auge da funcionalidade está na juventude, que vai decaindo com a meia idade, mas o limiar é sentido de acordo o modo como as pessoas envelhecem. Aquelas pessoas com doenças ou com vícios, como fumantes e alcoólatras, vão apresentar rapidamente um declínio muito antes das pessoas que envelheceram se cuidando, com hábitos saudáveis ou mesmo que tenha uma boa genética. Para descobrir em que estágio cada um dos idosos do grupo é que trabalhamos com sete questionários e avaliações específicas. Assim descobrir o nível da capacidade funcional de cada um e determinamos como trabalhar com cada pessoa idosa, explica o professor Reginaldo Campos, que coordena todo o departamento de atividades físicas dos idosos do COTI.

palestra sobre Prevenção de Quedas, ministrada pela fisioterapeuta Luciana Mastandrea. Foto: jornal3idade.com.br

O clube é o meu plano de saúde. Estou no COTI desde o começo e acho que isso é uma maravilha e todos os idosos associados precisam prestar a atenção. Eu depois de uma cirurgia fui parar numa cadeira de rodas e foi graças aos exercícios que estou aqui, dançando novamente, diz José Augusto de O. Melo, conselheiro do clube, dono da carteirinha 116. Ele é uma das pessoas que tem “autoridade” para falar do clube, afinal só no São Paulo são 62 anos de dedicação e muita história para contar. Ele ajudou a criar o São Paulo Futebol Clube desde os tempos que a sede estava na Avenida Ipiranga.

Depois de dois enfartos Maria Elisa Sampaio, de 78 anos é uma das principais agitadoras do COTI. Ela assessora a diretoria e ainda organiza passeios para o grupo. Ela é toda elogios ao trabalho de atividade física e diz que foi graças a observação do professor que descobriu durante a atividade física uma deficiência dela, que acabou depois de exames médicos se confirmando num problema que exigia cirurgia, que ela está bem.

Para Amadeu Guerra, um dos sócios mais antigos do São Paulo Futebol Clube, idealizador do COTI, o sonho é evoluir para uma grande e bem equipada academia exclusivamente voltada para atividades com os idosos. Ele disse que todos do grupo trabalham muito para isso.