Três programas de SP ganham prêmio do SUS pelo trabalho pela saúde dos idosos

Cerimônia de premiação do SUS Experiência Exitosa.
Cerimônia de premiação do SUS Experiência Exitosa.

O “Mapeamento de Experiências Exitosas Estaduais e Municipais no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa”, que pelo sexto ano foi realizado pelo Ministério da Saúde, elegeu entre os 140 trabalhos previamente selecionados, três do Estado de São Paulo.

Ganharam da Capital: o PAI- Programa Acompanhante de Idosos Iguatemi, que é realizado no bairro de São Mateus, na Zona Leste, pela produção da Multimistura como Suplemento alimentar, no auxílio terapêutico aos seus idosos com Sarcopenia e a URSI Geraldo de Paula Souza, no bairro da Sumaré, na Zona Oeste com o Matriciamento da Rede de Atenção à Pessoa Idosa: Território e Cuidado integral. 

O único trabalho do Interior de São Paulo escolhido foi A fotografia como ferramenta de trabalho no SUS Projeto fotográfico autoral: A Beleza do Envelhecimento, de Ribeirão Bonito, na Região de Araraquara.

O PAI- Programa Acompanhante de Idosos, que é realizado no bairro de São Mateus, foi escolhido pelo terceiro ano consecutivo. Ele é um projeto da Prefeitura Municipal de São Paulo, gerenciado pela Fundação do ABC, que foi implantado em julho de 2016; atendendo inicialmente à 120 idosos na sua maioria em situação de fragilidade física, vulnerabilidade social, carentes de um olhar zeloso de cuidados devido seus familiares ausentes.

Atualmente assiste à 312 idosos realizando 90% dos seus atendimentos em domicílio, por uma equipe multiprofissional (médico, enfermagem, assistente social e os acompanhantes de idosos). Oferta transporte para locomoção de seus pacientes assistidos na Rede, promove a saúde e a inclusão social.

A Multimistura que motivou a premiação é um suplemento alimentar adaptado para os idosos com auxílio médico e nutricional da Rede. O programa através de uma ação imediata trabalha com a multimistura oferecendo à 07 idosos em estado crítico de saúde com sarcopenia (pesando aproximadamente 30Kgs; antropometria abaixo de 23 (IMC) e com a panturrilha inferior à 31cm de circunferência (OMS)).

Equipe do PAI de São Mateus, da Zona Leste de São Paulo. Foto: PAI S.Mateus.

Esta multimistura, intitulada pela equipe como “Suplemento Sênior”, é processada, fabricada e ensacada por profissionais do programa PAI Iguatemi com a colaboração de profissionais do PAI São Mateus, em cozinha industrial de uma igreja da Região. É distribuída, monitorada e supervisionada por profissionais da equipe. Este projeto vem beneficiando aos idosos inseridos no projeto e vem apresentando resultados surpreendente. Mediante ao sucesso deste complemento alimentar e o benefício proporcionado aos idosos, a Fundação do ABC propõe a expansão do projeto atendendo a mais idosos acompanhados pelo programa que necessitam aumentar a massa muscular, o vigor, a força e desempenho físico.

É muito gratificante verificar os resultados obtidos referente a melhoria progressiva na qualidade de vida de nossos idosos e o entusiasmos de toda equipe pelo sucesso do programa.O zelar no atendimento de nossos pacientes por nossa equipe é um trabalho desenvolvido com a excelência no cuidado, explicou Rosana A. Oliveira, coordenadora do PAI São Mateus – PAI Iguatemi.

A fotografia como ferramenta de trabalho no SUS Projeto fotográfico autoral: A Beleza do Envelhecimento um trabalho criado e desenvolvido pela fisioterapeuta Natália Ferreira, em Ribeirão Bonito, um município de 12 mil habitantes, encravado no meio do mapa do Estado de São Paulo. Como articuladora da saúde da pessoa idosa na cidade, ela trabalha com grupos de terceira idade, desde 2005, promovendo atividades físicas.

No ano passado senti necessidade de fazer um trabalho diferente. Passei a retratar o público da terceira idade participante das caminhadas, do alongamento e da dança circular, que acontecem nas unidades de saúde. A princípio a ideia era só retratar a terceira idade para mostrar a beleza desta faixa etária, mas outras ideias foram surgindo como grupos para contar a história de registros fotográficos e também as exposições. Era um simples trabalho e virou um projeto maior. Tenho agendado visitas nas casas de repouso de municípios vizinho para realizar fotos. É um trabalho voluntário sem fins lucrativos. Pode ser observado no instagram pela #abelezadoenvelhecimento. Apesar da constatação, do envelhecimento da sociedade a rejeição torna difícil para a terceira Idade aceitar o processo de envelhecimento.  É preciso mudar estes conceitos e a fotografia pode ser uma ferramenta de trabalho para ajudar profissionais, evidenciando o que há de belo neste processo, contou Natália Ferreira a autora do projeto.

O Matriciamento da Rede de Atenção à Pessoa Idosa: Território e Cuidado Integral é um trabalho representativo do que desenvolve a equipe da URSI Geraldo de Paula Souza e do território da Coordenadoria Regional de Saúde Oeste, da Capital, em São Paulo. a URSI Geraldo de Paula Souza, é uma unidade de atenção ambulatorial secundária, que visa atender as pessoas idosas frágeis e dependentes, através de Equipe Gerontológica Interprofissional. O trabalho envolve 300 participantes, Utilizamos os Fóruns de Saúde e Assistência social, como esteio do trabalho. Articulando a rede através dos Fóruns de Saúde Mental, Fórum de Reabilitação, Núcleo de Prevenção de Violência, e os Grandes Fóruns de Proteção à Pessoa Idosa. Entre as metas do programa está compartilhar com a rede o cuidado com a pessoa idosa matriciando atividades e casos complexos, estimulando a sociabilidade e integração do idoso frágil na comunidade, educação em saúde e vínculo com UBS de origem.

Para conhecer todos os trabalhos do Brasil entrar no site da Fundação Oswaldo Cruz.