2º Mutirão para Cuidadores de Alzheimer será em 21 de setembro na Cruz Vermelha

Oferecer apoio e informações para o cuidador familiar, para os familiares, os profissionais, estudantes e todas as pessoas que tenham algum envolvimento com temas relacionados as questões de “Demência e Envelhecimento” é o objetivo do Mutirão Alzheimer Cuida de Mim será realizado dia 21 de setembro, Dia Mundial do Alzheimer, das 9 às 17 horas, no Centro Formador da Cruz Vermelha, na Av. Onze de Junho, 1337 , na Vila Clementino, na Zona Sul da Capital, em São Paulo.

Quem já cuida de uma pessoa com a doença de Alzheimer ou quem acabou de descobrir uma pessoa acometida na família precisa de orientação e formas de apoio que atendam as necessidades do dia-a-dia.  Os crescentes Grupos de WhatSapp formados por cuidadores que trocam informações, dicas de como melhor tratar seu doente, com informação direta,são a prova dessa lacuna nos programas oficiais . Foram as necessidades sentidas na troca de informações desses grupos que motivaram a realização em fevereiro último do 1º Mutirão. (leia a reportagem).

Anualmente são diagnosticados mais de 7 milhões de novos casos de demências. Existe uma estimativa de que 5% a 8% da população de maiores de 60 anos já sofra de algum tipo de demência, o que aponta o triste número de mais de 82 milhões de portadores nos próximos 11 anos. Grande parte do aumento nos casos virá dos países em que a população tem baixa ou média renda e por isso a Organização Mundial de Saúde (OMS) já trata a demência como prioridade de saúde pública

Os dados são amplamente divulgados pela mídia, no entanto existe uma outra realidade que poucos conhecem – o cuidador familiar. Aquele que se vê sozinho, despreparado e assustado dentro de uma realidade surreal, desesperadora, irreversível onde alguém amado, mãe, pai, marido, avó, esposa, irmão… é diagnosticado com Alzheimer e a partir daí começa uma descida ao pior momento de sua história, explica a arquiteta Miriam Morata idealizadora do Mutirão Alzheimer,  autora de uma trilogia sobre a vivência das pessoas que tem que cuidar de um familiar com a doença de Alzheimer. Ela cuidou do pai e da mãe, em períodos diferentes, e aprendeu na prática a importância de fazer parte de uma rede de apoio.

PROGRAMAÇÃO DIA 21 DE SETEMBRO PARA QUEM QUER CUIDAR DE ALZHEIMER

9h – Abertura – Alguém que eu amo tem Alzheimer

9h30 – Benefício Previdenciário para o Portador de Alzheimer

10h30 – Dificuldade de memória – O que é e o que não é Alzheimer 

11h30 – Almoço e participação nos eventos paralelos.

13h – Envelhecimento Saudável – Prevenção

14h – Depressão e Síndrome de Burnout em cuidadores informais

15h – Cuidados básicos de enfermagem para pacientes acamados

16h – Adaptação da Casa para proteger o paciente com Alzheimer

17h – Encerramento

As palestras terão 30 minutos de exposição e 15 minutos para perguntas. O tempo livre entre palestras será utilizado para que o público possa participar dos eventos paralelos nas salas de apoio.

A Cruz Vermelha disponibilizou 9 salas para atendimentos, aulas abertas e rodas de conversa.

Salas de Atendimento:

Sala 1– Defensoria Pública de São Paulo

Sala 2  Saúde – Odontologia;  Fisioterapia;  Nutrição;  Fonoaudiologia

Sala 3  Medicina Tradicional Chinesa;  Fitoterapia

Sala 4  Primeiros Socorros Cruz Vermelha – 2 Aulas abertas – Enfermeiro Isaac Araújo Guimarães, Professor responsável pelo curso de primeiros socorros do CEFOR

Sala 5 Apoio ao Cuidador – Psicólogos e  Grupo de apoio ao LUTO

Sala 6  Social – Programas Sociais da Prefeitura SP;  Universidade para 3ª. Idade USP; 

Pastoral da Pessoa Idosa Arquidiocese de São Paulo

Sala 7  Sala de Jogos Método Supera e  Arte terapia

Sala 8 Rodas de Conversa

– Cannabis mitos e verdades – Dra. Maria Tereza Vergara – Psiquiatra

– Exacerbação da Sexualidade em pacientes com Alzheimer –Dra Ana Lúcia Esteves – Psicanalista

– Interdição e Curatela do Idoso com Alzheimer– Dra. Conceição Aparecida de Carvalho – Advogada

– Novas possibilidades de tratamentos para Alzheimer – Karina Pedrotti – Farmacêutica

– Fitoterapia para tratamento de Alzheimer e Depressão – Dr. Niraldo Paulino – Farmacêutico Bioquímico

– Acupuntura no tratamento de Alzheimer – Prof. Paulo Henrique Oliveira – Fisioterapeuta

A sala 9 será aberta para que profissionais possam falar sobre tratamento, pesquisa e trocar informações.

Todo o evento será gratuito. Maiores informações com

Míriam Morata – arqmiriammn@gmail.com – (11) 976749855.