Exposição na Estação Eucalipto do Metrô explica como é possível prevenir a Osteoporose

Exercícios ajudam na formação de massa óssea e previnem o desenvolvimento da osteoporose. (Foto: Divulgação)
Exercícios ajudam na formação de massa óssea e previnem a osteoporose. (Foto: Divulgação)

Sim é possível prevenir a Osteoporose é o tema  da exposição que até o final do mês estará na Estação Eucaliptos da Linha 5-Lilás de metrô de São Paulo. São 20 artes impressas em displays de acrílico que pretendem chamar a atenção sobre o Dia Mundial da Osteoporose, celebrado em 20 de outubro

Segundo o Dr. Sergio Setsuo Maeda, endocrinologista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo (SBEM-SP),  atividades físicas regulares que trabalhem equilíbrio e força, consumo de nutrientes como cálcio e proteínas ao longo da vida e manutenção de níveis adequados de vitamina D, obtida pela exposição solar (e suplementos em alguns casos), são medidas básicas para garantir a saúde óssea e prevenir a osteoporose

Como é feito o diagnóstico da osteoporose já que se trata de uma doença silenciosa?

A densitometria óssea é o principal exame para detectar precocemente a osteoporose. Toda mulher com mais de 65 anos e homens acima de 70 devem fazer esse exame. Adultos com mais de 50 anos, que tenham doenças que possam trazer fatores de risco, também devem ser avaliados.

O raio-X de coluna auxilia na busca de fraturas vertebrais (muitas vezes assintomáticas), enquanto exames de sangue e urina ajudam a investigar a causa da osteoporose em conjunto com a história e suspeita clínica.

A osteopenia corresponde a um estágio antes da osteoporose. É uma situação que merece acompanhamento clínico para avaliar os fatores de risco e sua evolução. Muitas vezes, apenas a adequação de cálcio e vitamina D em conjunto com exercícios físicos e prevenção de quedas é o suficiente, explica Dr. Maeda.

O declínio dos hormônios durante a menopausa pode favorecer o aparecimento da osteoporose, pois há uma redução importante da massa óssea nessa fase. A atividade física é uma grande aliada na prevenção da osteoporose durante e após a menopausa, inclusive para ajudar a manter a massa muscular.