Candidatos a Prefeitura de São Paulo respondem questionário do Jornal da 3ª Idade sobre propostas para os idosos da cidade

A partir de amanhã, terça-feira 27 de outubro, o Jornal da 3ª Idade começa a publicar as propostas que os candidatos a Prefeitura de São Paulo têm, para os mais de 2 milhões de eleitores com 60 anos ou mais.

Todas as campanhas, dos 11 candidatos e das 3 candidatas, receberam há quinze dias, um questionário com 15 perguntas: duas do próprio Jornal e mais  13 elaboradas por pessoas que participam dos vários “Fóruns de Pessoas Idosas”, na cidade.

Dos 14 pretendentes somente 7 se manifestaram sobre a nossa solicitação. As assessorias de imprensa de 5 deles prometeram responder até a quinta-feira dia 29 de outubro (Andrea Matarazzo, Bruno Covas, Celso Russomano, Felipe Sabará e Jilmar Tatto)

O candidato Guilherme Boulos do PSOL e a candidata Marina Helou, da Rede Sustentabilidade, foram os únicos que já responderam e por isso serão os primeiros a serem publicados, a partir de amanhã.

As perguntas que foram encaminhadas

As perguntas do Jornal da 3ª Idade

➧ No seu programa de governo para a Prefeitura de São Paulo existem programas voltados para a população da terceira idade?

➧ Como a sua gestão pretende manter a participação do movimento organizado das pessoas idosas? 

As perguntas de lideranças dos idosos na Capital

Zona Leste

Jeane Silva – psicóloga e produtora cultural do Sarau Mais60 de São Miguel Paulista

perguntas:

  1. Quais as propostas que o seu programa de governo tem para fomentar as produções artísticas das pessoas idosas que não querem ser somente o público que assiste? 

  2. No seu governo, como a Secretaria Municipal de Cultura poderá inserir os idosos, visto que não temos eventos específicos ou festivais onde exista o protagonismo da pessoa idosa? 

Olavo de Almeida Soares – Conselheiro do GCMI- Grande Conselho Municipal do Idoso de São Paulo, representante da Região Leste e um dos coordenadores do Fórum Regional do Direito da Pessoa Idosa de Ermelino Matarazzo e Ponte Rasa

perguntas:

1) Existe no seu programa de governo algum projeto para a Subprefeitura de Ermelino Matarazzo? No seu governo nosso subdistrito deixará de ser  de passagem e receberá serviços para a população como SPDescomplica, FAB Lab Livre, Céu, Casa da Cultura, URSI, ILPI, Prontuário Eletrônico?

2) No seu programa de governo está prevista a cobertura do terminal de ônibus junto à Estação do Metrô da Guilhermina/Esperança da linha Vermelha do Metrô, que hoje não oferece segurança e acessibilidade para os usuários?

Zona Centro

Maria Aparecida Ribeiro Costa – Conselheira e membro da atual executiva do GCMI- Grande Conselho Municipal do Idoso de São Paulo, representante da Região Centro e uma das coordenadoras do Fórum Permanente de Políticas Públicas para as Pessoas Idosas da Região Centro.

perguntas:

  1. Existe no seu Programa de Governo algum projeto para atender a população idosa que vive na rua, visto que existem poucos Centros de Acolhida Especial para Idosos?

  2. Temos poucas ILPI- Instituições de Longa Permanência para Idosos fragilizados, em toda cidade e, nenhuma na Região Central. Como seu governo pretende trabalhar essa necessidade?

Zona Centro

Maria Celina Rangel Andrade – socióloga membro do Coletivo Envelhecer de São Paulo.

perguntas:

  1. O movimento de idosos nos últimos anos entregou uma série de propostas para o Plano de Metas, que foram expurgados pela atual gestão. No seu programa de governo a participação dos idosos será respeitada? Temos como resgatar essas propostas?

Zona Norte

Cel Rubens Casado – Ex-presidente do Grande Conselho Municipal do Idoso de São Paulo, representante da Região Norte e membro do Observatório de São Paulo.

Pergunta:

  1. No quadro da Proteção Social Básica, considerando os serviços dos Núcleos de Convivência de Idosos, a cargo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, atualmente, na Zona Norte somente 9 distritos possuem unidades. Entre os outros 9  que não têm NCI (Anhanguera, Casa Verde, Freguesia do Ó; Mandaqui, Santana, São Domingos, Tucuruvi, Vila Guilherme e Vila Medeiros) está Anhanguera, que também não têm leitos hospitalares e é o quarto distrito com menor expectativa de vida da cidade, com média de 58,87. Como a sua gestão pretende trabalhar esse problema de desigualdade de oportunidades para os idosos?

Zona Sul

Madalena Costalunga – Ex-conselheira do Grande Conselho Municipal do Idoso de São Paulo, como representante da Região Sul e membro do Fórum do Cidadão Idoso da Capela do Socorro, Parelheiros e Santo Amaro.

pergunta:

  1. O que a sua gestão à frente da Prefeitura de São Paulo pretende oferecer para a terceira idade nos CDMs (Centro Desportivo Municipal), que na sua maioria encontram-se sucateados, sem programação específica para os 60+?

Eunice Lopes Alves coordenadora da Pastoral da Pessoa Idosa da Paróquia São João Clímaco, na Região do Ipiranga e membro da Rede Solidária de Formação em Envelhecimento de São Paulo. 

pergunta:

  1. Existe no seu Programa de Governo algum projeto para melhorar o atendimento aos idosos nas UBS, visto que o atendimento preferencial multiprofissional divulgado, somente é exercido em algumas unidades?

Zona Sul

Gasparina Alves da Costa Parussi Conselheira do GCMI- Grande Conselho Municipal do Idoso de São Paulo, representante da Região Sul e uma das coordenadores do Fórum do Cidadão Idoso do M´Boi Mirim.

perguntas:

  1. No seu programa de governo existe algum trabalho direcionado para a Saúde do Idoso na Região do Capão Redondo? O PAI (Programa de Acompanhante de Idoso) é uma solicitação para UBS Jardim Caiçara há muito tempo.

  2. No seu programa de governo existe alguma ação sobre melhoria do transporte no Jardim Ângela. A Estação Metrô Hospital M’Boi Mirim, tinha sido programada para 2021.

 Zona Oeste

Ariovaldo Guello contador aposentado, um dos coordenadores do Fórum da Pessoa Idosa de Pinheiros. 

pergunta:

  1. Como seu programa de governo pretende trabalhar a questão da concentração do Carnaval na Zona Oeste, que tem provocado muito desconforto aos idosos.  Como fazer para que os foliões possam se divertir em São Paulo sem perturbar os moradores?