Campanha Novembro Azul alerta para diagnóstico e tratamento do câncer de próstata durante a pandemia

A busca de uma solução para a Covid-19 não deve impedir o tratamento e a prevenção das muitas doenças que continuam existindo e afetando a vida de milhares de brasileiros, como o câncer de próstata. Ele é a segunda causa de óbitos de câncer entre os homens, a maioria de idosos.

Por ser lembrado em 17 de novembro o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, todo ano, durante todo o mês de novembro, eventos presenciais e virtuais são alusivos para que os homens cuidem de sua saúde.

A melhor forma de prevenção da doença ainda é fazer um diagnóstico precoce por meio dos exames, que são indicados para todos os homens com idade superior a 50 anos e a partir dos 40 para os que possuem histórico familiar da doença.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), somente para 2020 são esperados 65.840 novos casos. Muitos deles nem sequer serão diagnosticados, por conta do isolamento social. No Brasil houve uma queda de 70% das cirurgias oncológicas e uma queda de 50% a 90% das biópsias enviadas para análise, estimando-se que entre 50 mil a 90 mil brasileiros deixaram de receber diagnóstico de câncer nesse período.

Monumentos, órgãos públicos e privados espalhados pelo Brasil serão iluminados de azul, como o Palácio do Planalto (DF), o Palácio da Guanabara (RJ), o elevador Lacerda (BA) e Farol da Barra (BA). No Bondinho do Pão de Açúcar, diariamente, das 17h30 às 00h, durante todo o mês de novembro, toda a área do parque terá a iluminação especial, para chamar a atenção para a campanha Novembro Azul. O Metro de São Paulo também estará com uma exposição de cartazes lembrando da importância do homem cuidar da sua saúde.

O secretário-geral da SBU- Sociedade Brasileira de Urologia, Dr. Alfredo Canalini, ressalta que a campanha tem aspectos positivos que vão além do alerta para a necessidade do diagnóstico precoce do câncer de próstata. “É um processo que lentamente vêm mudando o comportamento do homem em relação aos cuidados com a saúde masculina como um todo. Desde 2008, através da publicação da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, o governo federal reconhece a necessidade de investir no atendimento dos homens, que têm expectativa de vida inferior aos das mulheres que, desde há muito tempo, têm o hábito de rotineiramente fazerem exames preventivos”, declarou.

Sobre o Novembro Azul 

Novembro Azul é uma das campanhas de conscientização de saúde mais importante do mundo, que nasceu no Brasil.  Em 2011, inspirada pelo movimento australiano Movember (Moustache/November, em livre tradução Bigode/Novembro) e pela campanha internacional Outubro Rosa, para o câncer de mama, a fundadora e presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida, Marlene Oliveira, decidiu lançar o Novembro Azul.

Em pouco tempo, a campanha ganhou projeção e se transformou em uma ação de domínio público e foi abraçada por instituições governamentais, ONGs, empresas e pela sociedade civil, transformando-se em uma grande mobilização. Anualmente engaja milhões de pessoas em torno da prevenção de doenças que afetam os homens, em especial o diagnóstico precoce do câncer de próstata. 

Eventos 

Programação SBU – Sociedade Brasileira de Urologia

09/11 – O toque retal ainda é necessário ou basta o exame de sangue?
16/11 – Tenho câncer de próstata. E agora?
23/11 – Já fiz o tratamento do câncer de próstata. Estou curado?
30/11 – O câncer de próstata se espalhou: o que fazer?

LIVES NO INSTAGRAM – às 19h

03/11 – Saúde da próstata – Dra. Karin Anzolch entrevista Dr. Dimas Aguiar Melão
04/11- O que é o Novembro Azul: o ator Mannuel Costa entrevista o Dr. Alexandre Pompeo
10/11- Tratamento do câncer de próstata e a vida após a doença – Dr. Ricardo Vita entrevista Dr. Daniel Freitas Soares
17/11 – Câncer de próstata e distúrbios sexuais e infertilidade – Dr. Alfredo Canalini entrevista o Dr. Ariel Scafuri
24/11 – Câncer de próstata em pessoas negras, obesas e parentes de primeiro grau – Dr. Roni Fernandes entrevista o Dr. Gilberto Almeida