Universidade Federal de S. Carlos elabora cartilha sobre direitos dos idosos no transporte

A cidade de São Carlos, na Região Central do Estado de São Paulo ganhou uma cartilha de  “Orientações do direito à pessoa idosa no transporte”, elaborada por Vânia Aparecida Gurian Varoto, docente do Departamento de Gerontologia (DGero) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e pelas alunas do curso de Gerontologia Juliane Kiyomi Mizumukai e Júlia Fernandes do Amaral. A criação do material teve participação da equipe do Conselho Municipal do Idoso (CMI) de São Carlos.

Esse é o objetivo principal do trabalho é informar e divulgar à pessoa idosa e a seus familiares acerca do direito ao transporte, conforme garantido pelo Estatuto do Idoso.

 Para a professora Vânia Varoto, a publicação tem relevância social por esclarecer sobre o direito ao transporte da pessoa idosa, além de sensibilizar a comunidade em geral acerca do respeito ao outro. A docente destaca  que frequentemente os idosos são desrespeitados no transporte.

O desrespeito à segurança e à prioridade nos procedimentos de embarque e desembarque, além da falta de reserva e identificação de assentos nos transportes coletivos são situações vivenciadas diariamente pelos idosos em muitos municípios. O uso indevido de vagas para idosos em estacionamentos públicos e privados também é um desrespeito ao direito do outro, comentou a professora.

A Cartilha é voltada à toda comunidade e às empresas que prestam serviços de transporte coletivo, especialmente, para o município de São Carlos.