ONU declara 2021-2030 como Década das Nações Unidas para o Envelhecimento Saudável

A 73ª Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou, no dia 14 de dezembro de 2020, o período 2021-2030 como a Década das Nações Unidas para o Envelhecimento Saudável.

“O anúncio da Década do Envelhecimento Saudável da ONU manda um sinal claro de que é apenas trabalhando unidos, dentro do sistema das Nações Unidas e com governos, sociedade civil e setor privado, que poderemos não apenas adicionar anos à vida, mas também (melhorar a qualidade de) vida a estes anos”, disse o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A Resolução da ONU, que se segue ao recente endosso da Década pela Assembleia Mundial da Saúde, expressa a preocupação de que, apesar da previsibilidade do envelhecimento da população e do seu ritmo acelerado, o mundo não está suficientemente preparado para responder aos direitos e necessidades das pessoas idosas. Reconhece que o envelhecimento da população afeta os sistemas de saúde, mas também muitos outros aspectos da sociedade, incluindo os mercados de trabalho e financeiros e a demanda por bens e serviços, como educação, habitação, cuidados de longa duração, proteção social e informação. Portanto, requer uma abordagem de toda a sociedade.

O fato de as pessoas estarem vivendo mais, não significa que elas estão vivendo com melhor saúde e tendo suas necessidades atendidas.

Compreender as implicações das mudanças demográficas atuais, bem como a transição epidemiológica, é crucial para que as sociedades estejam preparadas para atender uma população envelhecida. Na região das Américas, isso é ainda mais importante, pois o envelhecimento populacional ocorre rapidamente e com muitos conceitos inadequados.

Em resposta, a OMS estabeleceu diferentes diretrizes para apoiar ações de construção de uma sociedade para todas as idades. A Década do Envelhecimento Saudável 2021-2030 é a principal estratégia para alcançar esse objetivo, com base na Estratégia Global da OMS sobre Envelhecimento e Saúde, no Plano de Ação Internacional das Nações Unidas para o Envelhecimento e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda das Nações Unidas 2030.

As quatro áreas de ação da década: 1) combatendo o preconceito etário; 2) Ambientes amigáveis aos idosos; 3) Alinhamento de sistemas de saúde e 4) Cuidado a Longo prazo.

documentos importantes para conhecer

Relatório Mundial de Envelhecimento e Saúde da OMS

Plano de Ação Internacional de Viena Sobre o Envelhecimento – trabalho da UFRGS

publicação do Brasil com os principais documentos produzidos durante a II Assembléia Mundial sobre o Envelhecimento, da ONU, em 2002, em Madri, Espanha