Susannah Mushatt Jones, a mais velha do mundo, fez 116 anos em julho

Susannah Mushatt Jones em julho de 2012, no anoversário de 113 anos. Foto: divulgação
Susannah Mushatt Jones em julho de 2012, no anoversário de 113 anos. Foto: divulgação
Susannah Mushatt Jones em julho de 2012, no anoversário de 113 anos. Foto: divulgação East New York

Susannah Mushatt Jones que no dia 6 de julho se tornou a pessoa mais velha do mundo 116 anos  mora no Brooklyn (no Centro de Idosos de East New York) e embora esteja cega há 15 anos e já não escute tão bem, está lúcida e se alimentando normalmente.

Susannah continua mantendo a alimentação com a qual foi criada no Sul dos EUA.

“Ela come quatro tiras de bacon e ovos, todas as manhãs, contou a sobrinha Lois Judge, de 75 anos, a parente mais próxima, que sempre a visita e que declarou que a família nunca imaginou que ela vivesse tanto.

Susannah Jones nasceu em 6 de julho de 1899 em Lowndes (Alabama), no seio de uma família de lavradores que cultivava os campos de algodão que anos antes trabalharam os seus avós, quando a escravatura estava em vigor.

Em 1923 buscando uma melhor qualidade de vida ela mudou-se para Nova Iorque, onde encontrou um trabalho como assistente interna e cuidadora de crianças. Casou em 1928 e divorciou-se cinco anos mais tarde.

Ela foi uma das ativistas do renascimento do Harlem, o bairro reduto dos negros e que viveu na miséria por muitos anos, como uma favela em Nova Yorque. Ela participou ativamente na luta pelo direito de voto das mulheres e pelos direitos civis, numa época em que a comunidade negra era tratada como pessoas de segunda classe.

Desde que é supercentenária ela tem recebido distinções pela sua longevidade e pela sua dedicação à comunidade.