24 de junho é o Dia Mundial de Prevenção de Quedas pela Organização Mundial de Saúde

A data de 24 de junho é lembrada como o Dia Mundial de Prevenção de Quedas. Criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e incluído no calendário do Ministério da Saúde do Brasil.

A efeméride  serve para alertar as pessoas de todas as idades, mas principalmente os idosos, sobre os riscos de queda.

A maioria dos idosos socorridos em hospitais por causa de quedas recebem alta no mesmo dia. No entanto, muitas vezes, a família trata o ocorrido com dois enganos: o de achar que a queda na terceira idade é um acontecimento normal e o fato da alta ter sido imediata imediata mostrar não ter sido tão grave assim.

As quedas podem provocar lesões graves em idosos que possuem as cartilagens e a massa óssea mais fragilizada e outras consequências que nem sempre aparecem de imediato.

A maioria dos acidentes acontece dentro de casa e fora dela são as calçadas as maiores vilãs das quedas em idosos. Por isso todas as pessoas precisam se esforçar para fazer mudanças  que tornem as casas mais seguras e assim preparar toda a família para um envelhecimento saudável.

Principais causas para quedas em idosos

As quedas podem  ocorrer por fatores relacionados ao estado de saúde da pessoa, entre eles, o uso de medicamentos, distúrbios de locomoção, falta de equilíbrio, fraqueza muscular e sedentarismo. As dificuldades propiciadas pelo ambiente, entre elas, pisos escorregadios, encerados ou molhados, ausência de corrimão, assentos sanitários muito baixos, calçados inapropriados e tapetes soltos.

Dicas para evitar quedas 

➧ Cuidado com os tapetes dentro de casa. Em geral são escorregadios. O melhor é usar tapetes emborrachados e antiderrapantes;

➧ Evitar situações de risco no dia a dia, como subir em cadeiras, escadas, ou qualquer outro objeto sem o devido cuidado;

Cuidar da iluminação da casa. A falta de claridade pode facilitar as quedas, por isso andar em ambientes iluminados é fundamental para evitar quedas;

 Evitar pisos escorregadios ou encerados;

➧ Usar sapatos e chinelos com solado antiderrapante;

Instalar barras de apoio no banheiro. Muitas vezes é preciso colocar corrimão dentro de casa;

Ter sempre o caminho sempre livre de fios e extensões;

Leia também:

Entrevista com a fisioterapeuta Dra. Flávia Doná

Quedas em idosos são frequentes mas não podemos considerar isso normal