Vacinação da 3ª Dose dos idosos contra Covid19 no Estado de São Paulo começa em 6/9

O Governador de São Paulo, João Dória, deve anunciar hoje, 30/8, o calendário de vacinação da terceira dose contra a COVID19, para todos os idosos. 

Na semana passada ele chegou a falar em começar na próxima segunda-feira, dia 6 de setembro, mas especula-se que ele possa antecipar para o final de semana, em função dos êxitos que vem ocorrendo com os mutirões aos sábados e domingo.

A dose de reforço da vacina começará com as pessoas que já completaram 6 meses da aplicação da segunda dose, que são aquelas na faixa dos 80 a 90 anos. As pessoas com baixa imunidade são chamadas de imunossuprimidas ou imunocomprometidas. Esse grupo considera, por exemplo, pessoas com câncer, pessoas vivendo com HIV, transplantados e outros com o sistema imune fragilizado. 

Nessa fase a medida deve atender 900 mil pessoas protegidas com a segunda aplicação de qualquer imunizante. A extensão da campanha foi avalizada pelo Comitê Científico de São Paulo. O objetivo principal é garantir proteção adicional à população mais vulnerável a variantes mais contagiosas do coronavírus, como a Delta.

A Secretaria da Saúde também já preparou uma nova carteira de vacinação para os idosos que vão receber a terceira dose a partir de setembro. Não haverá necessidade de novo cadastro no Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br) para a dose adicional, bastando comparecer a qualquer posto de vacinação com o comprovante do esquema de imunização completo há seis meses.

Ministério da Saúde 

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, também anunciou a aplicação da terceira dose da vacina contra a COVID19 a partir do dia 15 de setembro, inicialmente somente para idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos. 

Também a partir de 15 de setembro, o ministério vai reduzir o intervalo da aplicação da segunda dose dos imunizantes da Pfizer e Astrazeneca das atuais 12 semanas para oito semanas.

Alguns Estados também pretendem antecipar a vacinação de reforço.

São Luís, capital do Maranhão, foi a primeira capital a iniciar a campanha da dose de reforço, na quinta-feira passada, dia 26 de agosto de 2021.