1º de outubro Dia Internacional das Pessoas Idosas também é a data oficial no Brasil

O Dia Internacional dos Idosos e também o Dia Nacional da Pessoa Idosa são comemorados anualmente na mesma data de 1º de outubro.

Nem sempre foi assim, por isso até hoje, muitos profissionais, empresas, prefeituras e mesmo organizações que estudam os direitos dos idosos ainda fazem confusão com o dia correto. Existe uma curiosidade que ajuda a embaralhar. As Agendas Pombo que durante anos dominaram o mercado de agendas impressas, em 2004 errou e imprimiu seu produto comemorando o Dia do Idoso como 27/2 e não 27/9 como seria na época. Até hoje aparece no mercado publicitário empresas comemorando nesta data errada.

Até 2006 o Brasil comemorava o Dia do Idoso em 27 de setembro. A partir de 2007 passamos a festejar em 1º de outubro, seguindo orientação da ONU-Organização das Nações Unidas.

Como a maioria dos municípios do Brasil adotaram no passado o seu dia municipal do idoso para seguir aquela que era a data nacional, há muitos anos a maioria das cidades brasileiras adotou a Semana do Idoso de 27 de setembro a 1º outubro.

A origem da data

Nunca houve um consenso sobre o motivo da escolha da data, nem no Brasil e em outros países. 

Para alguns, a data de 27 de setembro se estabeleceu em nosso país lembrando, ao longo dos tempos, a implantação do primeiro asilo brasileiro, construído em Recife, no final de 1889, pela ordem francesa das freiras Irmãs de Marilac.

Na França até 2015 ainda se comemora a data nacional em 27 de setembro, também devido à importância do trabalho dessas freiras, que lá comemoram como o dia dos anciões.

Em algumas literaturas antigas o dia 27 de setembro aparece como o Dia dos Velhos, por ser a data do falecimento de São Vicente de Paulo, padre francês morto em 1660. Em 12 de maio de 1885 ele foi declarado patrono de todas as obras de caridade da Igreja Católica,  pelo Papa Leão XIII e até hoje é referenciado pelo trabalho com os idosos.

Segundo alguns escritores, muitos países na Europa já tinham, em centenas de anos, seus festejos para os idosos na virada de setembro para outubro, em alusão ao começo do Outono, no Hemisfério Norte. 

Em 1999 a  ONU- Organização das Nações Unidas comemorou o Ano Internacional dos Idosos, que tinha sido oficializada em 1º de Outubro de 1998, pelo então secretário-geral das Nações Unidas Kofi Annan. A proclamação tinha como objetivo lançar atenções para o reconhecimento do envelhecimento demográfico da humanidade, mudar atitudes e potencializar a criação de empreendimentos sociais, econômicos, culturais e espirituais. A partir da efeméride a data foi adotada como oficial, em dezenas de nações.

O Japão, um dos países com maior longevidade do mundo,  tem uma data própria, com feriado nacional, comemorado em setembro. (leia)

Desde a assinatura da implantação da Política Nacional do Idoso, em 4 julho de 1996, pelo então Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, que lideranças do segmento idoso vinham reivindicando que a comemoração oficial mudasse a data e a fizesse coincidir com o mesmo dia festejado pela maioria dos países, para que o Brasil pudesse se inserir em comemorações internacionais.

Em 28 de Dezembro de 2006, a Lei 11.433 determinou a mudança e a partir do texto assinado pelo então Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o Brasil alterou sua data nacional.

Assim é que 1º de outubro também passou a ser o Dia Nacional da Pessoa Idosa, na mesma data do Dia Internacional dos Idosos.