Paraná faz segundo condomínio de idosos, com locação social para quem ganha até 6 salários

Condomínio dos Idosos em Foz do Iguaçu, do programa Viver Mais, do Governo do Paraná. Foto: Jonathan Campos/AEN
Condomínio dos Idosos em Foz do Iguaçu, do programa Viver Mais, do Governo do Paraná. Foto: Jonathan Campos/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior inaugurou na última sexta-feira, 22/10, o Condomínio do Idoso de Foz do Iguaçu, o segundo dos 19 previstos para locação social de idosos, que recebem de 1 até 6 salários mínimos, por mês.

O novo conjunto residencial da cidade, na região Oeste do Estado, conta com 40 casas adaptadas para idosos sozinhos ou em casal. As unidades ficam em um condomínio fechado com sistema de segurança 24 horas e diversos espaços de uso comum aos moradores, como praça de convivência, biblioteca, salão de festas, academia ao ar livre, sala de informática, horta comunitária, quiosques de jogos e ambulatório.

Os moradores do condomínio foram escolhidos entre as pessoas inscritas no cadastro de pretendentes da Cohapar. Os contratos preveem a utilização das moradias por tempo indeterminado com o pagamento de uma taxa mensal de 15% de um salário mínimo, atualmente em R$ 165, cuja arrecadação será utilizada para manutenção do empreendimento.

Nenhum banco financia imóvel para o idoso, por isso nós criamos este programa para que eles possam sair do aluguel para um local atrativo, em que passam a conviver com outros idosos, com atendimentos de médicos e enfermeiros, disse o governador Ratinho Junior.

 A construção do empreendimento recebeu R $4,3 milhões de investimento do Governo do Estado por meio do programa Casa Fácil Paraná, na modalidade Viver Mais, voltado à oferta de moradia exclusiva para população acima de 60 anos.

Para viabilizar a implantação do projeto, a Prefeitura de Foz do Iguaçu doou a área onde o empreendimento foi construído. De acordo com o prefeito Chico Brasileiro, a administração municipal também iniciará em breve uma série de ações voltadas aos idosos diretamente no condomínio.

“Depois da mudança dos idosos para os imóveis, a prefeitura vai trabalhar em conjunto com a Cohapar e o Fozhabita (Instituto de Habitação de Foz do Iguaçu) para que os moradores recebam acompanhamentos médico e social periódicos e toda a rede de assistência ao idoso será colocada à disposição dos moradores”, informou o prefeito.

No programa paranaense Viver Mais são 19 projetos em andamento e, com a entrega desta sexta, dois já foram concluídos (Jaguariaíva e Foz do Iguaçu). Ao todo são 840 moradias exclusivas para idosos no Paraná, com investimentos de aproximadamente R$105 milhões.