Governador vetou projeto que acabaria com meia-entrada para estudantes e idosos

O deputado Carlão Pignatari, exercendo o cargo de Governador de São Paulo, vetou o projeto que acabava com a meia entrada. Foto: divulgação
O deputado Carlão Pignatari, exercendo o cargo de Governador de São Paulo, vetou o projeto que acabava com a meia entrada. Foto: divulgação

O governador em exercício de São Paulo, deputado Carlão Pignatari (PSDB) vetou o projeto de lei que tinha sido aprovado pela Alesp- Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, na quarta-feira, 27 de outubro, para acabar com a meia entrada em cinemas, cineclubes, teatros, espetáculos musicais e circenses, eventos educativos, esportivos, de lazer e de entretenimento, públicos ou privados.

O deputado, que é o presidente da Alesp, assumiu o governo do estado em função da viagem do governador João Doria (PSDB) e do vice-governador, Rodrigo Garcia (PSDB), ao exterior. A decisão foi publicada hoje, sábado, 30/10, no Diário Oficial de SP.

Não é a primeira vez que se aventa a extinção da meia entrada. Por isso é importante ficar alerta aos subterfúgios que são apresentados. No texto que tinha sido aprovado pela Alesp, de atuoria do deputado Arthur do Val (Patriotas), conhecido como “Mamãe Falei”, diz que a meia-entrada em eventos artísticos, cinema, dentre outros, hoje reservada a apenas algumas categorias, como idosos e estudantes, passa a ser válida a todas as pessoas com idades entre 0 e 99 anos.

Na prática extinguiria o benefício, já que a meia-entrada passaria, automaticamente, a ser o preço padrão cobrado pelas bilheterias. Segundo o deputado Arthur do Val, a lei foi um pedido do setor artístico.

Tão absurdo quanto o projeto foi o comportamento da maioria dos deputados e deputadas que não se manifestaram contra ou simplesmente se ausentaram na hora da votação. Para uma matéria tão importante como essa é preciso ficar alerta!

Somente uma entidade ligada aos direitos dos idosos se manifestou publicamente, imediatamente após a aprovação pela Alesp. Numa Nota Pública, o Conselho Estadual do Idoso de SP repudiou o texto da lei.

Veja como votaram os deputados:

A bancada do PT, PSOL, a deputada Janaína Paschoal (PSL) e o deputado Douglas Garcia (PTB) votaram contra a PL que acabava com a meia-entrada no estado de São Paulo. Os demais deputados não se manifestaram e, com isso, é considerado voto favorável.

Deputados e deputadas que votaram contra o Projeto de Lei

Janaína Paschoal (PSL)

Douglas Garcia (PTB)

Bancada PSOL

Carlos Giannazi

Erica Malunguinho

Isa Penna

Raul Marcelo

Bancada PT

Dr. Jorge do Carmo

Emidio de Souza

Enio Tatto

José Américo

Luiz Fernando T. Ferreira

Márcia Lia

Maurici

Paulo Fiorilo

Professora Babel

Teonilio Barba

Deputados e deputadas que foram favoráveis ou não participaram da votação

Adalberto Freitas (PSL)

Adriana Borgo (PROS)

Agente Federal Danilo Balas (PSL)

Alexandre Pereira (SD)

Alex De Madureira (PSD)

Altair Moraes (REPUBLICANOS)

Analice Fernandes (PSDB)

André Do Prado (PL)

Arthur Do Val (PATRI)

Ataide Teruel (PODE)

Barros Munhoz (PSB)

Bruno Ganem (PODE)

Caio França (PSB)

Campos Machado (AVANTE)

Carla Morando (PSDB)

Carlão Pignatari (PSDB)

Carlos Cezar (PSB)

Castello Branco (PSL)

Cezar (PSDB)

Conte Lopes (PP)

Coronel Nishikawa (PSL)

Coronel Telhada (PP)

Daniel José (NOVO)

Daniel Soares (DEM)

Delegada Graciela (PL)

Delegado Bruno Lima (PSL)

Delegado Olim (PP)

Dirceu Dalben (PL)

Dra. Damaris Moura (PSDB)

Edmir Chedid (DEM)

Edna Macedo (REPUBLICANOS)

Edson Giriboni (PV)

Estevam Galvão (DEM)

Fernando Cury (CIDADANIA)

Frederico D’avila (PSL)

Gil Diniz (sem partido)

Gilmaci Santos (REPUBLICANOS)

Heni Ozi Cukier (NOVO)

Jorge Caruso (MDB)

Jorge Wilson Xerife Do Consumidor (REPUBLICANOS)

Leci Brandão (PC do B)

Léo Oliveira (MDB)

Leticia Aguiar (PSL)

Major Mecca (PSL)

Marcio Da Farmácia (PODE)

Marcio Nakashima (PDT)

Marcos Damasio (PL)

Marcos Zerbini (PSDB)

Maria Lúcia Amary (PSDB)

Marina Helou (REDE)

Marta Costa (PSD)

Mauro Bragato (PSDB)

Milton Leite Filho (DEM)

Murilo Felix (PODE)

Patricia Bezerra (PSDB)

Paulo Correa Jr (DEM)

Professor Kenny (PP)

Professor Walter Vicioni (MDB)

Rafael Silva (PSB)

Rafa Zimbaldi (PL)

Reinaldo Alguz (PV)

Ricardo Madalena (PL)

Ricardo Mellão (NOVO)

Roberto Engler (PSB)

Roberto Morais (DEM)

Rodrigo Gambale (PSL)

Rodrigo Moraes (DEM)

Rogério Nogueira (DEM)

Roque Barbiere (AVANTE)

Sargento Neri (SD)

Sebastião Santos (REPUBLICANOS)

Sergio Victor (NOVO)

Tenente Coimbra (PSL)

Tenente Nascimento (PP)

Thiago Auricchio (PL)

Valeria Bolsonaro (PRTB)

Vinícius Camarinha (PSB)

Wellington Moura (REPUBLICANOS)