Subprefeitura Sé, de S.Paulo, faz hoje segundo dia de evento sobre idosos

Abertura do Seminário Intersetorial sobre Políticas Públicas para a Pessoa Idosa no Centro de São Paulo, na sede da UNIP, no Paraíso. Foto: Jornal da 3a Idade
Abertura do Seminário Intersetorial sobre Políticas Públicas para a Pessoa Idosa no Centro de São Paulo, na sede da UNIP, no Paraíso. Foto: Jornal da 3a Idade
Abertura do Seminário Intersetorial sobre Políticas Públicas para a Pessoa Idosa no Centro de São Paulo, na sede da UNIP, no Paraíso. Foto: Jornal da 3a Idade

Seminário Intersetorial sobre Políticas Públicas para a Pessoa Idosa no Centro de São Paulo, que  desde ontem está sendo realizado com apoio da Subprefeitura da Sé, pretende tirar hoje uma Carta que sirva como documento sobre as demandas dos idosos no Centro da Capital. Os organizadores defendem que são dois os objetivos do evento: apresentar os trabalhos que a Prefeitura de São Paulo destina aos idosos e debater como melhorar essa oferta aos cidadãos mais velhos, nessa parte da cidade.

Subprefeitura da Sé é uma das 32 subprefeituras da cidade de São Paulo. É composta por oito distritos: Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolação, Liberdade, República, Sé e Santa Cecília, que somados representam uma área de 26,2 km². É a Subprefeitura que recebeu o maior orçamento para 2015, com R$75 milhões.

A Subprefeitura preferiu trabalhar com dados do censo 2010, do IBGE. Foto: Jornal da 3ª Idade
A Subprefeitura preferiu trabalhar com dados do censo 2010, do IBGE. Foto: Jornal da 3ª Idade

A Subprefeitura da Sé, comandada pelo ex-deputado estadual Alcides Amazonas, é responsável pela terceira região com maior concentração de idosos da cidade de São Paulo, atrás somente de Pinheiros e Lapa, as mais envelhecidas.

O Subprefeito- como todos os demais representantes que lhe seguiu nas falas- preferiu trabalhar com dados do último Censo do IBGE, de 2010, que apontava na época cerca de 431 mil moradores e mais de 3 milhões de pessoas circulando diariamente pelos territórios. Os dados de 5 anos atrás apontavam que cerca de 20% dos empregos da cidade de São Paulo estavam na Região da Sé.

Mesa de abertura do Seminário Intersetorial sobre Políticas Públicas para a Pessoa Idosa no Centro de São Paulo. Foto: Jornal da 3a Idade
Mesa de abertura do Seminário Intersetorial sobre Políticas Públicas para a Pessoa Idosa no Centro de São Paulo. Foto: Jornal da 3a Idade

Ontem, no primeiro dia do evento que está acontecendo no campus Paraíso da UNIP- Universidade paulista, o Seminário montou duas mesas de apresentação.

Na primeira, para fazer a solenidade de abertura, tiveram assento junto com o Subprefeito, Alcides Amazonas; o chefe de gabinete da Subprefeitura Sé, Gilmar Tadeu; o presidente do Grande Conselho Municipal do Idoso – GCMI, Cel. Rubens Casado; a representante da Rede de Proteção à Pessoa Idosa – RPDI, Antonieta Guerreiro; a representante do Fórum da Pessoa Idosa do Cambuci, Célia Bicudo, a representante da Secretaria da Mulher; a representante da Coordenadoria do Idoso, Maria Lúcia Silveira.

A segunda mesa foi formada pelos técnicos representantes das Secretarias, que apresentaram o que cada uma das suas pastas está fazendo para os idosos nos distritos da Região Sé, da Capital.

Está programada para a tarde de hoje seis oficinas setoriais nas quais o público se dividirá para elaborar propostas que melhorem o atendimento municipal à Pessoa Idosa em temas como Assistência Social e Saúde; Habitação; Trabalho e Renda; Educação Esporte Lazer e Recreação; Mobilidade Urbana e Transporte e Direitos Humanos e Cidadania. Depois a síntese de cada proposta será apresentada em uma seção plenária.

Matérias relacionadas:

O território da Subprefeitura da Sé pela professora Antonieta Guerreiro