Ana Rosa é candidata a conselheira no Conselho Municipal do Idoso de São Paulo

Ana Rosa Garcia da Costa, mais conhecida como Ana Rosa Costa, é candidata a conselheira na próxima eleição do GCMI- Grande Conselho Municipal do Idoso de São Paulo. Ela quer ser representante da Zona Sul. Seu número é 002/005.

Assistente social e advogada de formação é divorciada, sem filhos e moradora do bairro Cidade Ademar, na Zona Sul da capital.

Jornal da 3ª Idade– Por que a senhora resolveu se candidatar?

Ana Rosa Costa – Resolvi me candidatar porque em 2019 participei das conferências Municipal e Estadual de Idoso e percebi que estes não tem autonomia nem protagonismo nas discussões e decisões de seu interesse. Meu objetivo é participar do conselho e colaborar para sua autonomia e participação plena da sociedade civil.

Jornal da 3ª Idade–  A senhora participou anteriormente como conselheira no GCMI ou em outro conselho municipal ou estadual?

Ana Rosa Costa – Participei dos Conselhos Municipal e Estadual de Saúde como conselheira; participo da Comissão de Orçamento e Finanças do Conselho Nacional de Saúde e exerci à Presidência do Conselho Municipal de Políticas para as Mulheres.

Jornal da 3ª Idade– O que gostaria de realizar como conselheira em favor dos idosos?

Ana Rosa Costa – Gostaria de participar da transformação do Conselho Consultivo em Deliberativo e Participativo onde os e as conselheiras fossem protagonistas do processo e tivessem autonomia independente do governo de plantão. Quero a defesa e o retorno de políticas públicas e de caráter social que possibilitassem a defesa do SUS, moradia digna; que nenhum idoso sentisse frio ou fome nas ruas da cidade.