Dr. Yukio Moriguchi “Pai da Geriatria no Brasil” festejou 95 anos de vida em Porto Alegre

OMEDETOU - Dr. Yukio Moriguchi comemorando seus 95 anos com a esposa Lia de 92 anos. Atrás deles, o filho Emílio Moriguchi, de 63 anos um dos mais importantes geriatras da atualidade no Brasil e sua irmã Cristina, de 58 anos, que é bioquímica. Foto: arquivo família Moriguchi.
Dr. Yukio Moriguchi comemorando seus 95 anos com a esposa Lia de 92 anos. Atrás deles, o filho Emílio Moriguchi, de 63 anos um dos mais importantes geriatras da atualidade no Brasil e sua irmã Cristina, de 58 anos, que é bioquímica. Foto: arquivo família.

O professor de medicina, Yukio Moriguchi, considerado o “Pai da Geriatria no Brasil” completou 95 anos no último sábado, 16 de janeiro, junto a parte da família, na cidade de Porto Alegre, onde mora. Ele tem 4 filhos, 9 netos e uma bisneta e também festejou 64 anos de casamento com Lia Moriguchi.

Foi ele quem conseguiu implantar a primeira disciplina de Geriatria, numa faculdade de medicina na América Latina, ao criar em 27 de novembro de 1973, o Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUCRS –  Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. O IGG nasceu de um projeto para intercâmbio médico-científico entre a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) e a universidade. Foi o primeiro projeto de cooperação estabelecido dessa natureza em todo território latino-americano.

Dr. Yukio Moriguchi sendo homenageado em 2019, na inauguração do Instituto que leva seu nome, em Veranópolis, no Interior do Rio Grande do Sul,  quando foi também comemorado os 25 anos de pesquisa em envelhecimento na cidade. Foto: divulgação

O Dr. Yukio Moriguchi dirigiu o IGG até 2005. Até 2015 foi professor da Faculdade de Medicina da PUCRS, quando se aposentou, aos 89 anos, completando 40 anos na cátedra, dedicados a formar profissionais de saúde.

Antes de chegar ao Brasil em 1970, ele, de 1964 a 1967, foi conselheiro médico do Papa Paulo VI, devido a uma carreira médica bem sucedida e também a fervorosa dedicação a igreja.

Quando ele chegou no Brasil a expectativa de vida aqui estava perto dos 59 anos e hoje está perto dos 77 anos. No meio acadêmico da Geriatria e da Gerontologia é consenso a importância da sua contribuição nessa conquista, fruto da sua rigidez japonesa na educação, aliada a um comportamento de grande humanista.

Dr. Yukio Moriguchi homenageado como personalidade do ano em 2017, pela Hospitalar a maior e mais importante vitrine do mercado nacional e do setor de Saúde. Foto: divulgação.

Premiações

São muitas premiações e referências ao Dr. Yukio Moriguchi, nos 51 anos de Brasil. Entre elas a que recebeu em setembro de 2016, durante o 16º Simpósio Internacional de Geriatria e Gerontologia da Faculdade de Medicina da PUCRS o título de Professor Emérito, maior honraria acadêmica fornecida aos professores aposentados que atingiram alto grau de projeção em sua atividade.

Em 2017 recebeu o Prêmio Hospitalar 2017 – Personalidade do Ano na Área da Saúde, conferido pela maior Feira e Fórum de entidades representativas do setor de saúde. A distinção foi dada por ter prestado significativa contribuição ao avanço da Medicina, do atendimento médico-hospitalar e da qualidade de vida da população por meio de suas ações, serviços ou pesquisa científica. Entre os que já foram agraciados estão Zilda Arns, Adib Jatene, Ivo Pitanguy e Drauzio Varella.

Omedetou!

Link de uma entrevista dada pelo Dr. Moriguchi, ao portal Maristas, quando completou 92 anos.

Link de um Globo Repórter feito com Dr. Yukio Moriguchi