Homenagem aos profissionais em 12 de Maio o Dia Internacional da Enfermagem

Hoje, 12 de maio, é o Dia Internacional da Enfermagem, assim como o do Enfermeiro e da Enfermeira. A data é  comemorado mundialmente desde 1965, mas no Brasil só foi estabelecida pelo Conselho Nacional de Enfermeiros em 1974.

A data foi escolhida em homenagem ao nascimento da “mãe” da enfermagem moderna, Florence Nightingale.

Florence Nightingale primeira enfermeira do mundo

Florence Nightingale foi uma reformadora social inglesa que ganhou destaque ao servir como chefe e treinadora de enfermeiras durante a Guerra da Crimeia, na qual organizou o atendimento aos soldados feridos. Ela muito jovem se rebelou contra o papel submisso que as mulheres exerciam na sociedade de sua época, destinadas ao casamento e à maternidade. Na sua época a enfermagem era uma atividade destinada às freiras. Ela fundou a Escola de Enfermagem do Hospital St. Thomas, que depois receberia seu nome. Lá foram lançadas as bases do ensino de enfermagem e de lá saíram as primeiras enfermeiras diplomadas. Ela morreu em 13 de agosto de 1910.

Ana Neri símbolo da enfermagem no Brasil

No Brasil, entre 12 e 20 de maio, comemora-se a Semana da Enfermagem, relembrando outra mulher que foi pioneira e dedicou sua vida à profissão: a baiana Ana Néri (Ana Ferreira Justina Néri). Nascida em 13 de dezembro de 1814, falecida em 20 de maio de 1880, ela deixou de lado uma vida tranquila e de posses para servir como voluntária na Guerra do Paraguai (1865-1870) cuidando dos soldados brasileiros na frente de batalha.

Primeira pessoa vacinada contra a COVID no Brasil foi uma enfermeira

A primeira pessoa vacinada contra a COVID-19 no Brasil foi a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, que desde junho de 2020 está trabalhando na linha de frente do combate a pandemia do coronavírus no Hospital Emílio Ribas.