Governador de SP promete aplicar 4ª dose em idosos contra a Covid a partir de abril

Durante uma entrevista à Rádio Eldorado, na última quarta-feira, 9 de fevereiro, o Governador de SP, João Dória afirmou que adotará a 4ª dose (segunda dose de reforço) da vacina contra a Covid-19, para as pessoas idosas, a partir de 4 de abril. Ele garantiu que fará isso independente da recomendação oficial do Ministério da Saúde.

Segundo o médico João Gabbardo, um dos coordenadores do Comitê Científico do governo de São Paulo, a nova etapa da vacina nos idosos deverá cumprir o intervalo de quatro meses da aplicação da terceira dose.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou na segunda-feira, 7/2 que ainda não é o momento para aplicação na população geral, apesar de desde o final de 2021 a aplicação ser feita em pessoas imunossuprimidas, conforme cronograma nacional.

Botucatu única cidade de SP já aplicando a 4ª dose

A cidade de Botucatu é a que tem a maior taxa de cobertura vacinal da dose de reforço, começou na última segunda-feira, 7 de fevereiro, a aplicar a 4ª dose, em toda a população maior de 18 anos.

Em abril do ano passado, Botucatu foi escolhida pelo Ministério da Saúde para vacinar toda a sua população contra a Covid-19, para desenvolver uma pesquisa sobre a eficácia do imunizante Oxford/AstraZeneca, distribuído no Brasil pela Fiocruz, contra novas cepas do coronavírus. O estudo só se refere às duas primeiras doses.

A 4ª dose que está sendo aplicada é a da Pfizer e não faz parte da pesquisa.

Mato Grosso do Sul único Estado que já aplica a 4ª dose

O Estado do Mato Grosso do Sul começou a vacinar as pessoas acima de 60 anos e os profissionais de saúde com a quarta dose da vacina, na última quarta-feira, 9 de fevereiro. Para receber o novo reforço, os moradores do Estado devem ter sido vacinados com a terceira dose da vacina há ao menos quatro meses.