Capital decide hoje se participará dos Jogos Estaduais da Melhor Idade de SP

Abertura do 2º JOMI- Jogos Municipais dos idosos, no Ginásio do Pacaembu, na manhã de 5 de outubro de 2015. Fotos: Jornal da 3a Idade
Abertura do 2º JOMI- Jogos Municipais dos Idosos, no Ginásio do Pacaembu, na manhã de 5 de outubro de 2015. Foto: Jornal da 3ª Idade

Termina amanhã, terça-feira 15 de março, o prazo para os municípios fazerem a confirmação de inscrição por modalidade e sexo, para o JOMI- Jogos Estaduais da Melhor Idade de 2022. O torneio está previsto para se realizar de 29 de março a 12 de junho, depois de dois anos de adiamento devido à pandemia da COVI-19.

Somente hoje, um dia antes do prazo final, uma reunião marcada pela Secretaria Municipal de Esportes de São Paulo decidirá se as pessoas idosas paulistanas que gostam de praticar esportes, por diversão ou terem consciência da importância para a manutenção da atividade física para a saúde, poderão participar.

A realização do JOMI Paulistano-Jogos Municipais dos Idosos de São Paulo- é uma lei, a 17.451 de 9/9/2020, assinada pelo então prefeito Bruno Covas, amplamente divulgada pela Prefeitura como parte das tarefas para a cidade ganhar o Selo Pleno, de Cidade Amiga do Idoso.

No texto da Lei ficou determinado que o JOMI deve ser realizado anualmente, e que poderão funcionar como etapa classificatória para os Jogos Regionais do Idoso (JORI), que o governador João Dória mudou para JOMI- Jogos da Melhor Idade. (leia reportagem)

Ainda no texto legal ficou explicitado que os JOMI serão realizados pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, com recursos do Fundo Municipal de Esporte, Lazer e Recreação, ou por meio de patrocínios e doações decorrentes da Lei Municipal de Incentivo ao Esporte.

O Jornal da 3ª Idade entrou em contato com as assessorias de todos os vereadores que assinaram o (Projeto de Lei nº 355/18,que deu origem a Lei do JOMI (Adriana Ramalho (PSDB), Antônio Donato (PT), Atílio Francisco (Republicanos), Gilberto Nascimento (PSC), Gilson Barreto (PSDB) e Sandra Tadeu  (Democratas) para saber como fazer para a lei ser respeitada. Ninguém respondeu.

O Jornal da 3ª Idade desde o final de janeiro vem solicitando insistentemente com a Secretaria Municipal de Esportes uma entrevista com o Secretário, sobre o JOMI. Nunca tem resposta.

O Jornal da 3ª Idade fez a sugestão para o Vereador Arnaldo Faria de Sá, presidente da Comissão Extraordinária do Idoso da Câmara Municipal de São Paulo, através da sua assessoria, que a primeira reunião de 2022 fosse sobre o tema do JOMI, convidando o Secretário, mas infelizmente não foi aceita. No último dia 8/3 quando foi realizada a primeira reunião o conselheiro do GCMI- Grande Conselho Municipal do Idoso de São Paulo, Olavo de Almeida Soares questionou os vereadores da Comissão sobre o JOMI e teve uma resposta burocrática dizendo que ele devia mandar uma carta explicando a questão.

Os Jogos Municipais do Idoso só foram realizados duas vezes pela Prefeitura de São Paulo. A primeira vez em  novembro de 2014 (leia reportagem) e a segunda em outubro de 2015 (leia a reportagem).

Nas duas edições o presidente do GCMI- Grande Conselho Municipal do Idoso era o Coronel Rubens Casado. Ambas aconteceram na gestão do Prefeito Fernando Haddad.